Medalha do Mérito Lítero-Cultural, Euclides da Cunha

A ALB- Academia de Letras do Brasil/seccional-Suíça, institui a comenda (Medalha do Mérito Litero-Cultural, Euclides da Cunha).

Destinada aos que por forca do seu trabalho tem relevantes serviços prestados a literatura, língua portuguesa as artes, difusão e apoio a cultura brasileira no Brasil e no exterior.

Sendo esta a mais alta honraria concedida pela nossa instituição.

A criação desta Comenda é um marco na ALB, bem como batiza-la com o nome de um dos maiores nomes da literatura brasileira, o autor de Os Sertões. Obra de grande relevância na literatura brasileira e na história do Brasil.

A ALB/ Suíça tem a honra e a alegria de também anunciar que a partir da presente data a seccional/Suíça passa a ter como patrono e membro da sua galeria de honra o escritor Euclides da Cunha, que recebe o título de membro através da sua neta e detentora dos seus direitos a Sra. Maria Auxiliadora da Cunha Lage.

Aproveito esta publicação para em nome do Presidente da ALB- Academia de Letras do Brasil, o Professor Dr. Mário Carabajal Lopes agradecer a família da Cunha nas pessoas da sua neta e sua bisneta a escritora Janaina da Cunha, por autorizar a utilização do nome deste ilustre personagem do Brasil para abrilhantar a nossa academia como patrono e ter seu nome na nossa mais alta honraria.

Berna/ Suíça 12 de Fevereiro de 2012

ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL
ALB/Seccional Internacional Suíça
Presidente: Escritor Imortal, Dr. Carlos Venttura

  • A ALB- Academia de Letras do Brasil, entidade internacionalmente cosntituida através da sua Seccional na Suíça vem solicitar a família do ilustre Escritor Euclides da Cunha, que se digne em conceder a autorização para que a ALB/ Suíça, possa fazer uma homenagem ao autor de Os Sertões, dando seu nome a mais alta honraria da nossa instituição que é a medalha do mérito litero-cultural.
    Batizando-a como Medalha Euclides da Cunha.
    Outro sim queremos também instituir como Patrono da nossa Seccional o Valoroso Escritor.Certos da atenção a nossa solicitação desde já agradecemos.
    Paz e luz
    Att,
    Dr. Carlos Ventura
    Presidente da Seccional/Suíça-ALB


A iniciativa do escritor doutor Carlos Venttura, excelentíssimo Presidente da ALB Internacional Seccional Suísse, ao apontar o escritor Imortal Euclides da Cunha como Patrono daquela Seccional, confirma quaisquer expectativas a sua gestão em assertivas pontuais, com irrefutável compromisso, unidade e responsabilidade à condução da ALB no Continente Europeu. Carlos Venttura, como os demais Presidentes da ALB, em todas as instâncias administrativas, contam com a aprovação prévia desta presidência em suas iniciativas, dispondo da ALB como elemento deliberado congruencial, sem reservas ou limites paradimáticos, sob os auspícios profícuos, humanos e sociais civilizatórios de elevação da consciência, co-partícipe e formadora civilizatória. O Mérito Lítero-cultural Euclides da Cunha, representado em Medalha a ser outorgada pela Seccional Suíça da ALB, passa a compor os disígnos da ALB entre os axiômas máximos de suas honrarias, com indicação e emissão exclusiva pela ALB/Internacional Seccional Suíça, propositora (Mário Carabajal/Presidente da ALB e Conselho Superior/ALB).


ACEITAÇÃO E AUTORIZAÇÃO DOS FAMILIARES DO ESCRITOR IMORTAL EUCLIDES DA CUNHA A INSTITUIÇÃO DA MEDALHA COM SEU NOME E OFICIALIZAÇÃO DO MESMO COMO PATRONO DA ALB/INTERNACIONAL SECCIONAL SUÍÇA, PRESIDIDA PELO ESCRITOR BRASILEIRO, DR. CARLOS VENTTURA.

Eu, Janaína da Cunha, bisneta do escritor Euclides da Cunha, após tomar ciência da digna indicação entrei em contato por telefone com minha tia, Maria Auxiliadora da Cunha Lage, a única neta de Euclides da Cunha viva e detentora dos direitos de meu bisavô. Minha tia emocionou-se com a homenagem e expressou agradecimento pelo nobre ato. Essas foram suas palavras: “Nada mais justo e digno ao nome e memória de meu avô, um homem que viveu para sua arte e se dedicou aos seus ideais e a sua paixão pela literatura, pelo seu país e seu povo. Fico feliz e emocionada”. Minha tia ainda observou a importância da indicação que além do reconhecimento de tudo que ele significa à literatura brasileira vai tornar o nome do grande autor da obra prima d’Os Sertões conhecido no exterior.

Venho através do presente e-mail agradecer a alta honraria e o justo tributo conferido ao gênio que foi e continua sendo meu bisavô as ilustres instituições da ALB – Academia de Letras do Brasil, na pessoa do Professor Dr. Mário Carabal Lopes, e a ALB/Suíça, na pessoa do Dr. Carlos Venttura, pela indicação do nome de Euclides da Cunha para a comenda bem como a inclusão de seu nome na galeria dos grandes imortais. Gostaria também de ressaltar que a nobre indicação irá reacender a chama do Movimento Euclidiano não apenas em Cantagalo, berço natal do escritor, e São José do Rio Pardo, onde Euclides da Cunha construiu a ponte que leva seu nome e terminou de escrever Os Sertões, como também em todo Brasil. Euclides da Cunha tem uma importância muito grande na arte e na cultura de nosso país, sua grande obra prima, com mais de cem anos de criação ainda continua atual. Os Sertões é um marco, sua escrita poética, sensível e ao mesmo tempo com o furor da realidade vivida pelo homem sertanejo é um Grito mudo e vingador dos oprimidos e excluídos da sociedade.

Eu, Albertina Janaína Franco da Cunha, filha de Euclides Rodrigues da Cunha Neto e Aldenise Teixeira Franco, que assino com o nome literário e artístico, Janaína da Cunha, autorizo em nome de minha família e, principalmente, de minha tia, Maria Auxiliadora da Cunha Lage, que a medalha da ilustre instituição da ALB passe a ter o nome do meu bisavô, Euclides da Cunha, como também aceitamos sua nomeação como membro da ALB e patrono da seccional ALB/Suíça.

Att.,

Janaína da Cunha

  1. Felipe Pereira Rissato

    Excelente iniciativa a criação desta honrosa comenda, bem como a nomeação do grande Euclides da Cunha como membro da Academia de Letras do Brasil. Tal feito fará crescer ainda mais a divulgação e perpetuação do nome e da memória daquele que pensou o Brasil e o Brasileiro.
    Abraço Cordial,
    Felipe Pereira Rissato.
    Belém/PA

  2. Parabéns
    Por esta ilustre e memorável comenda, nosso conterrâneo cantagalense Euclides da Cunha já está marcado na história mundial. Suas palavras transmite a realidade social de um país que vive na aparência de ser um dia melhor, mais justo, e simplesmente igualitário e suas diversas classes sociais.
    Ficamos muito honrados em poder receber esta notícia tão importante.

    Atenciosamente

    Marcos A. S. Longo
    GEAC- Grupo Euclidiano de Atividades Culturais

  3. Obrigado

    Marcos Antonio Soares Longo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s