Membros da ALB/Suíça:

                   

 No último dia 10 de dezembro de 2011, foi inaugurada a primeira livraria brasileira na Suíça, a Livraria Varal do Brasil, com um belíssimo coquetel e apresentações de obras de escritores brasileiros e bate papo com os autores.

 

Na ocasião foi instalada oficialmente a Seccional da ALB- Academia de Letras do Brasil-Suiça, com a diplomação da Imortal: Mariana Brasil em cerimônia presidida pelo Dr. Carlos Ventura, Presidente da Seccional/ALB-Suiça.

Inauguração da Livraria Varal do Brasil em Genebra

A escritora Mariana Brasil, foi nomeada pelo conselho superior da ALB, Presidente da Seccional/Itália.

Também foram assinados protocolos de intenção entre a ALB/Suiça, Livraria Varal do Brasil/Suiça, e Selo Edizioni Mandala/Italia para a consolidação de projetos de Publicação, Edição, Distribuição e Venda, na Europa, de obras literárias de autores brasileiros membros da ALB.

Segundo o presidente da Seccional/Suiça, Dr. Carlos Ventura esta ação vem de encontro aos anseios dos escritores membros da ALB de todo o Brasil, quem tem agora uma real possibilidade de divulgar e publicar suas obras no exterior com um custo muito menor do que o praticado pelo mercado convencional e a partir disto poderem ter suas obras lidas por leitores brasileiros, estudantes e pesquisadores da língua portuguesa na Europa.

Carlos Ventura acrescentou: …”Nao basta só idealizar e sim planejar, executar, e acima de tudo ter vontade de fazer e encontrar pessoas com este mesmo espírito. Pois esta é uma atitude ousada destas entidades e seus dirigentes de criarem mecanismos que possam dar visibilidade internacional aos nossos autores que sustentam o mercado editorial brasileiro com suas publicações independentes e não tem por este mesmo mercado o respeito que deveriam ter. Também é um exemplo a ser seguido pelo estado brasileiro, que quando se quer difundir a cultura brasileira e suas artes no exterior não basta só ter um projeto no papel, verbas que ninguém sabe de forma clara onde e com quem são aplicadas, e na chancela um responsável pela pasta. Deve haver vontade política de realizar e compromisso público, sem isso não é possível. Qualquer outra coisa que não seja nesta direção nasce e morre no papel, é mero engodo para a cadeia produtiva da cultura e seus principais atores. Além de um atraso para uma discussão sobre a imagem a as formas de difusão do Brasil como destino cultural e turístico com a sociedade brasileira. Atraso este que gera uma grande perda para nossa economia que com falta de um planejamento e projetos sérios nesta área, deixa de arrecadar milhões e de gerar muitos empregos diretos e indiretos”.

Carlos Ventura além de estar Presidente da Seccional da ALB/Suíça, é tambem Presidente da ABS-Artistas Brasileiros Na Suíça, associação que tem como um dos seus principio o fortalecimento e o respeito ao artista brasileiro no exterior.

Fonte: ALB/Suíça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s